24 janeiro 2007

Viagem a São Paulo - parte 2

Acordo lá pelas 9 e pouco, enrolo na cama no colchão, me levanto e resolvo ir logo. Acordo o Spy, que disse que não iria. Ainda estava meio beldo, segundo ele. Well, vou lá. Chego um pouco atrasado no Metrô São Bento, encontro o Rigues e o Robson. Iremos visitar a padroeira dos nerds e executivos de fronteira, a Rua Santa ifigênia. A bota ainda me machuca um pouco o pé (droga, eu devia ter comprado um All Star aqui mesmo), e seguimos na caminhada. Muito grande, por sinal.

O Rigues saiu determinado a comprar um MegaDrive, e nós vamos ajudá-lo na aventura. Pego a bateria do notebook de volta, R$ 180. Graças a Deus eram as células, ela funciona normalmente. Agora é só carregar. Continuamos procurando...

Não sei se você, caro leitor, já foi na Santa Ifigênia. O curioso é que agora lá temos shoppings de informática para tudo que é lado. E eu duvido que alguém consiga fazer um site de pesquisa de preços para lá. O Portal da Santa Ifigênia não dá para fazer pesquisa de preços, e com a quantidade de estabelecimentos por lá (e nas redondezas), é difícil (senão impossível) fazer um levantamento completo e atualizado. Eu vou deixar os detalhes de compra e venda para o Uruguaiana é Punk, mas aqui falo... "Do resto".

Então, andamos muito. Se você leu o post do Rigues, já dá para ter uma idéia de quanto andamos . Sim, entramos em muitas lojas, vimos muita coisa... De home-theaters e PlayStation 3 a Wii e japinhas de biquini jogando voleibol (Dead or Alive qualquer coisa no Xbox 360), de camelôs vendendo "serviço de sogra" a jogos originais de videogame. E tome caminhada. Caminhar e ver lojas com os amigos é sempre divertido, mesmo com os pés doendo e tomando chuva. Maiores informações depois, no outro blog. Mas cansa.

No final de umas 3 a 4 horas, voltamos para o Metrô São Bento. O Rigues conseguiu comprar um MegaDrive (como vocês notaram no blog dele), e o cabo RCA apropriado... Ele comprou depois. Eu peguei a bateria do notebook consertada, comprei um adaptador P2-P1 (para poder usar o meu headphone comum no celular) e peguei um cartão de uma empresa que pode me fornecer o tão desejado solenóide, para a Laserjet IIIP. O Robson não comprou nada, mas se divertiu um bocado com a gente. No caminho do Metrô, indico um shopping onde tem várias lojas de videogames, o Rigues foi ver... E mais um momento banana consumou-se. Não vou contar, vou deixar para ele contar. Mas basicamente, ele falou novamente: "Odeio vocês, lá se vai a minha poupança". Pois é... Estou ficando bom nisso.

Comemos numa rede de fast-food de churrasquinho grego, o tal do Mister Gyros. Na verdade é um "charuto" feito com pão sírio, lascas de carne e salada, e muito tempero: "É um churrasquinho grego próprio para consumo humano", assim foi-me dito. Muito bom! Dali, fomos para a Comix. Não demoramos muito lá, já estávamos cansados (a Comix é no fim do fim da Alameda Jaú, e tivemos uma ladeira pela frente. A Comix é divertidíssima, tem de tudo para ver e comprar. Eu me contive, afinal, muito do que eu quero comprar tem disponível no Rio, na Metrópolis. Comprei o 2o álbum do Blueberry (o 1o eu já tenho, edição de Portugal), uma edição do "Liberdade", que um amigo pediu (edição impressa em papel offset), e o primeiro volume do Incal, do Jodorovsky e do Moebius (a Devir está editando por aqui). Os outros álbuns ficam para depois. Conforme eu falei, não tenho lá muita paciência para seguir maxisséries.

Dali fomos para o Stand Center, o cruzamento de Uruguaiana com Edifício Avenida Central, atrás de uma câmera, a Canon Powershot S2 IS. Eu queria essa câmera, pois saiu a S3 (com 1 Mpixel a mais), e com isso o preço da S2 caiu. E pagar R$ 200 a mais por uma câmera... Não era muito o que eu queria, somente por 1 megapixel a mais. Procurei muito, e a maioria dos chineses diziam que não tinha a S2, só a S3... Até que eu achei. R$ 950, no cheque, mais 70 reais numa bolsa. Comprei a câmera, que está cheia de apetrechos, e terei que ler o manual (em espanhol!) para entender como ela funciona. Logo, não levarei-a para o Culto dos 50 anos da ABU, justamente por não saber o que fazer com ela.

Despeço-me dos meus amigos de caminhada, fedendo que nem um porco, cansado pacas... E vou para a casa do Spy, para tomar um banho e me arrumar para o culto. Chego lá faltando 15 minutos para as 18 horas, e saio meia-hora depois. 16 estações de metrô (Santana - Saúde), e vou até a igreja, a Igreja Metodista Livre da Saúde. Mais de 400 pessoas e um culto muito abençoado: Testemunhos das diversas gerações da ABU lá representados (a minha geração já passou, nossa), pregação... Muitos amigos revistos, abraços e manifestações de saudade. É bom fazer parte da ABU, por mais que problemas ocorrem (desde o financeiro até a guerra de egos), e saber que somos parte do sonho de Deus, participando do Seu projeto. Eta coisa boa!

Ganho uma carona do Bráulio Craveiro, ex-presidente da ABU, tesoureiro da IFES e morador de Santana. Agradeço a carona e a conversa (buraco do metrô, obras, como funciona o Comitê Executivo da IFES, etc), e chego, às 23:30, bem cansado, no Spy. Ele, por sua vez, resolveu sair para beber, junto com um amigo, Max. Conheço o jogo Frets On Fire, que é muito divertido: Você pega o teclado e vai... Tocar guitarra. F1 a F5, e ENTER para tocar. Tem várias músicas já prontas, é sair "tocando" e se divertindo. Eu provei que não tenho coordenação motora, só acertei 8 notas em sequência... O Spy, por exemplo, acertou 46 em "Ace of Spades", do Motorhead.

Termino a noite falando com a Maria Cláudia, vendo Adult Swim e indo dormir, bem cansado. Não consegui falar com o Ravazzi, para ir trocar o teclado do Philips, e nem resolver o rolo do solenóide. Mas quase tudo foi resolvido, o que é bom.

Marcadores: , , , ,

1 Comments:

Blogger Ivan de Oliveira said...

Sei que o post é beeeem antigo, mas por incrivel que pareça até hoje não tem um site de pesquisa de preços por lá. eu registrei o dominio http://santaifigenia.inf.br só para fazer um teste. ou será que o paulistano prefere andar mesmo ? rsrs abraço

Santa Ifigenia

21/03/2016 19:06  

Postar um comentário

<< Home